J. D

“..Ouço as pessoas com mais atenção, deixei de julgar, olho tudo como se fosse a primeira vez, parei de sentir pena de mim mesma”